portal de itaboraí servidor ouvidoria suporte ao servidor 2° via iptu 2017
publicada em 16 de fevereiro de 2017 por Prefeitura de Itaboraí
Servidores municipais participam de palestra sobre Reforma Previdenciária
imprimir

32791766151_266051101e_zO Instituto de Previdência e Assistência dos Servidores do Município de Itaboraí (Itaprevi) promoveu na última terça-feira (14/02), no auditório da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Itaboraí, a palestra sobre Reforma Previdenciária em andamento, destinada aos servidores municipais. Ministrada pela Doutor João Luiz Meireles, o encontro tratou de assuntos que fazem parte da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287/2016, e deverá ser aprovada, mesmo com algumas modificações, ainda no segundo semestre deste ano.

“Quero que fique claro que proposta de emenda não é um fato concreto, pois ainda será votada e aprovada. Mas esta palestra é para que possamos tirar esclarecer as dúvidas de vocês, principalmente para quem já está próximo a se aposentar. Os brasileiros estão vivendo mais, a população tende a ter mais idosos, e os jovens, que sustentam o regime, diminuirão, por isso, reforma previdenciária é necessária.”, disse o palestrante.

A presidente do Itaprevi, Andréia Daumas agradeceu a presença de todos e ressaltou que os funcionários do Instituto receberam a mesma palestra, no último dia 17 de janeiro. Onde se dividiram em duas turmas, nos períodos de manhã e tarde, não comprometendo o atendimento do Instituto. “Sentimos a necessidade de repassar este conhecimento para os segurados do Itaprevi, pois desde o ano passado muitas pessoas procuraram o Instituto, muitos até desesperados, por conta desta mudança da aposentadoria”, frisou Andréia.

Dentre os assuntos abordados na palestra estavam as alterações nas regras de pensão; aumento da idade mínima para aposentadoria; elevação do tempo mínimo de contribuição de 15 para 25 anos;as razões para a reforma, incluindo a evolução populacional e a fragilidade financeira; os deficit dos regimes de previdência e outros.

Alguns são os argumentos para a Reforma Previdenciária, dentre eles, garantir a sustentabilidade presente e futura da Previdência Social, preparando-se para a transição demográfica da população brasileira e respeitar os direitos adquiridos (a reforma não afeta beneficiários e também não atinge aqueles que já possuem os requisitos para os benefícios).

Para Áurea Aparecida Nunes, 55 anos, sendo 32 deles como servidora efetiva do município de Itaboraí, a palestra foi dinâmica e esclarecedora. “Eu já tenho idade e tempo de contribuição para me aposentar, mas a pedido do meu secretário, o controlador do município, resolvi aguardar mais um tempo, para ajudá-lo nesta nova gestão”, disse Áurea, que há 20 anos trabalha no Controle Interno. 

acesso restrito