portal de itaboraí servidor ouvidoria suporte ao servidor 2° via iptu 2017
publicada em 9 de março de 2017 por Prefeitura de Itaboraí
Guardas Municipais de Itaboraí ganham 30% de periculosidade no salário base
imprimir

33171353202_5b60182c21_zA Prefeitura de Itaboraí, por meio da Secretaria Municipal de Segurança Pública e Defesa Civil iniciou no mês de fevereiro a inclusão de um adicional de periculosidade de 30% no vencimento base do salário dos guardas municipais, que estão no exercício da função. O adicional será permanente e faz parte da Lei Complementar nº 215, de 25 de julho de 2016, mas que só entrou em vigor a partir de 1º de janeiro de 2017.

Segundo o secretário da pasta, Robson André, servidores municipais do cargo efetivo da guarda municipal que estão deslocados para outras secretarias, de licença ou aposentados, não recebem o adicional de periculosidade. Ao todo são aproximadamente 200 guardas municipais, destes, cerca de 180 trabalham na função e passam a receber o adicional. O impacto na folha de pagamento da prefeitura gira em torno de R$ 80 mil por mês.

“Foi um ganho merecido para os guardas municipais, visto que eles estão realizando um trabalho de excelência no município, seja pela fiscalização do trânsito, pela proteção do patrimônio público municipal, pelo trabalho administrativo, dentre outros. Assim que assumi a secretaria quis ficar a par da situação e analisar quem realmente estava trabalhando na função, para encaminhar os nomes para a folha de pagamento da Secretaria Municipal de Administração”, disse o secretário Robson André.

Com uma sensibilidade e apoio ao pleito justo, o prefeito de Itaboraí, Dr. Sadinoel Souza enviou em tempo recorde um parecer para a Procuradoria Geral do Município, para que a mesma se manifestasse em relação a legitimidade da lei. O parecer foi favorável e dentro da Lei de Responsabilidade Fiscal do município, os guardas municipais passaram a receber o adicional de periculosidade.

33171357082_c934b74293_zA guarda municipal Carla Araújo, trabalha internamente no setor administrativo da Guarda, no plantão de expediente, de segunda à sexta-feira, das 8h às 17h. E ainda quando é escalada conforme a necessidade da instituição, como por exemplo, nos eventos da cidade e ordem de serviço extra. Entre suas atribuições estão: planejamento e administração da folha de ponto, férias, dispensas, banco de horas, escala de serviço, ofícios, fechamento de ruas e outros.

“Foi uma grande vitória para a nossa “tropa”. A guarda melhorou bastante, estamos satisfeitos e temos a certeza que podemos conseguir isso e muito mais”, disse a guarda municipal aprovada no concurso de 2011 e empossada em 2013.

acesso restrito