• Central de Atendimento:
  • 3639-1505 | 3639-1875
  • Nossa Estrutura
publicada em 22 de março de 2017 por Prefeitura de Itaboraí
Meio Ambiente e Urbanismo realizam fiscalização de imóveis no município
FacebookTwitterGoogle+LinkedInEmailShare

IMG_3730 - CópiaA Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo realizou no meado do mês de março, uma ação de fiscalização aos imóveis do município de Itaboraí. A operação contou com a participação da secretária da pasta, Paloma Martins e 10 fiscais de obras da secretaria.

Ao todo, foram notificados 79 imóveis, incluindo residenciais e comerciais. Dessas notificações, 19 processos estavam parados desde 2015, todos de lançamento de prédio para cobrança do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU). Um processo de 2013, para Averbação e Habite-se da construção, e 58 processos parados desde 2012, sendo 38 para aprovação de projeto de construção e legalização.

Todos foram notificados para apresentar documentação pendente no processo ou para comparecer à Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo, para a retirada de certidões. Apenas 14 notificações não foram entregues diretamente aos interessados, sendo deixadas nas caixas de correio do imóvel.

A ação, ocorrida no final de semana, foi solicitada pelos fiscais, com o objetivo de alcançar e orientar melhor a população, uma vez que durante a semana, muitos imóveis encontram-se fechados. Durante as visitas, foram entregues notificações aos contribuintes, para a entrega de documentos na Secretaria e, nos casos necessários, foram realizadas vistorias no local.

IMG_3739 - CópiaSegundo a secretária de Meio Ambiente e Urbanismo, a secretaria irá continuar a realização dessas ações de fiscalização e orientação à população. O intuito é de regularizar os imóveis do município, e que o contribuinte tenha a documentação completa do seu imóvel para casos de venda, aluguel, crédito bancário, entre outros.

“Após 10 dias da operação, aproximadamente 60% dos contribuintes notificados já compareceram à secretaria para dar andamento nos processos. Vale ressaltar que grande parte dos processos estavam parados por desinteresse ou desinformação do contribuinte. E em muitos casos, o entrave era apenas por documentação incompleta”, destacou Paloma Martins.

As atividades ocorreram nos bairros do Centro de Itaboraí, Outeiro das Pedras, Rio Várzea, Joaquim de Oliveira, São Joaquim, Nancilândia, Marambaia e Centro de Manilha. A previsão é que a próxima operação ocorra no final de abril ou início de maio, para que haja tempo dos que foram notificados cumpram as exigências.

Prefeitura Municipal de Itaboraí
Praça Marechal Floriano Peixoto, 97 - Centro, Itaboraí - RJ, 24800-165
©2017 - Desenvolvido por Secretaria Municipal de Ciência, Tecnologia, Inovação e Desenvolvimento Sustentável