portal de itaboraí servidor suporte ao servidor 2° via iptu 2017
publicada em 1 de novembro de 2017 por Prefeitura de Itaboraí
Itaboraí: Envelhecimento e Saúde dos idosos são discutidos em Seminário
imprimir

38069771001_695104d90f_zO Esporte Clube Comercial, em Itaboraí foi cenário do 3º Seminário de Envelhecimento e Saúde com o tema “Violência Contra a Pessoa Idosa”. O evento promovido pela Secretaria Municipal de Saúde, por meio do Programa de Saúde do Idoso do município contou com mais de 100 pessoas inscritas, entre profissionais e acadêmicos na área de Saúde, pessoas idosas, além do público em geral.

Para o secretário municipal de Saúde, Júlio César Ambrósio é preciso acolher todos os envolvidos nessas ações, e que os profissionais possam se unir em busca de melhorias de qualidade de vida das pessoas idosas. Segundo o gestor da pasta, a chave para o sucesso é a parceria entre os setores da Prefeitura. E que os próximos anos se possa promover eventos ainda maiores e que alcance um maior número de pessoas, com o intuito de multiplicar o conhecimento adquirido.

“Acima de tudo envelhecer hoje é um privilégio, devido ao aumento da violência humana e familiar, doenças, dentre outros. Por isso é de suma 24216937558_a3aa1b9d37_zimportância que possamos oferecer uma qualidade de vida digna para essas pessoas, que tanto contribuíram, contribuem e contribuirão para sociedade. São pessoas com vasto conhecimento e experiência de vida. Eu acredito e vejo em cada um dos coordenadores e profissionais dos programas da Secretaria Municipal de Saúde um envolvimento pessoal, o acolher com carinho e humanização, mesmo em meio às dificuldades, e não apenas como profissionais técnicos”, destacou Júlio César, ao lado do secretário municipal de Desenvolvimento Social, Roberto Costa, que elogiou o seminário e as ações em conjunto.

 seminário teve o intuito de discutir as formas de identificação da violência, e fortalecer a parceria com a rede de proteção de defesa da Pessoa Idosa do município. Na ocasião foram apresentadas a violência contra o idoso e sua atuação na garantia e defesa dos direitos estabelecidos pelo Estatuto do Idoso (Lei 10.741/2003).

38069717921_947bfec394_zA palestrante Danieli Santos do Carmo, assistente social do Núcleo de Atenção ao Idoso e especialista em Serviço Social e Saúde pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) ministrou sobre o tema “Identificando e Discutindo os Tipos de Violência”.

“Primeiramente quero agradecer pelo convite. Sei do esforço que é planejar e executar um evento grandioso como este. Itaboraí está de parabéns, ainda mais por incluir os idosos nesta discussão, visto o quanto são necessários”, disse Danieli Santos, que abordou assuntos como as formas de violência, o enfrentamento e a importância da notificação compulsória como política de prevenção e enfrentamento à violência contra a pessoa idosa.

O seminário contou ainda com as palestras “O papel da família no ciclo da violência”, com a psicóloga Elvira Ornelas; “O fluxo do SINAN no município”, com a enfermeira e especialista em Gestão Pública, Viviane Alves; “Notificação e encaminhamentos”, com a assistente social do Programa Saúde do Idoso, Renata Diniz e Renata Teixeira, assistente social e coordenadora do Serviço Social do Hospital Municipal Desembargador Leal Júnior. 24216957428_8f003464de_zAlém de Josimar Alves, assistente social e Isabele Sodré, representante do Conselho Municipal do Idoso,  dentre outras.

Um dos grandes pontos do seminário foi a apresentação do coral “Vozes de Itaboraí”, composto por diversos idosos do município e com regência do maestro Ivan Cid. Ovacionado pelos presentes, o coral cantou “Trem das Onze”, de Adoniram Barbosa; “Samba em Prelúdio”, de Vinícius de Moraes e “Retalhos de Cetim”, de Benito De Paula.

A coordenadora do Programa de Saúde do Idoso, Maria Aparecida Coelho ressaltou o comprometimento da equipe e mostrou por meio de vídeo, as atividades desenvolvidas pelo programa. Dentre as atividades estão os atendimentos de enfermagem, geriatria e nutrição. Além das capacitações com os cuidadores de idosos, médicos, enfermeiros, técnico de enfermagem e agentes comunitários de saúde; grupos de estimulação cognitiva; vacinação; oficinas; rodas de conversa com variados temas e outros.

38038514402_39017d230f_z“Essas são nossas atividades de rotina, podendo ser semanal, quinzenal e/ou mensal. Agradeço muito a equipe que faz parte do programa, e em especial aos agentes comunitários de saúde, que são o coração das unidades de saúde da família. A família deveria ser o maior protetor dos idosos, mas infelizmente essa não é a realidade que constatamos. Não há discussão sem o autor principal, por isso a presença de muitos idosos e profissionais que atuam com os mesmos”, disse Maria Aparecida Coelho, ao lado da coordenadora do Centro de Referência de Educação Municipal de Idosos de Itaboraí (CREMII), Janaína Buriche.

Integrante do “Vozes de Itaboraí” e servidora da Escola de Artes e Ofícios Professor Washington Luiz José da Costa, Mara dos Santos, 65 anos falou da importância do seminário e a alegria de participar do coral.

“Para mim esse seminário foi de suma importância, pois eu trabalho na Escola de Artes e temos uma grande “clientela” de idosos por lá. Eu mesma sou idosa, porém não me sinto velha. Fico feliz que ainda existam pessoas e profissionais sensibilizados com a causa dos idosos. Em relação ao coral é algo mais que especial. Já faz parte da minha vida, lá conheço pessoas, faço amigos e muitos passeios”, comentou Mara.

acesso restrito