PMI
PMI
Em 21 de fevereiro de 2018 por Comunicação / Prefeitura Municipal de Itaboraí
Educação realiza formação continuada em Altas Habilidades ou Superdotação
FacebookTwitterGoogle+LinkedInEmailShare

26528303138_c9919c358c_zA Secretaria Municipal de Educação realizou na última terça-feira (20/02), no auditório da Escola Municipal Professora Marly Cid Almeida de Abreu, em Nancilândia, uma Formação Continuada para profissionais da Rede Pública Municipal de Ensino sobre altas habilidades ou superdotação, com a psicóloga e doutora em Educação, Cristina Delou.

O secretário municipal de Educação, Marcos Dias destacou que a gestão tem a vontade e censo de atender da melhor forma possível os alunos da rede municipal de Ensino, que possuem altas habilidades ou superdotação.

“Infelizmente no momento não temos um orçamento financeiro para suprir as necessidades destes alunos, mas essa palestra será uma semente plantada, para futuras melhorias”, disse o gestor da pasta.

A palestrante, Cristina Delou agradeceu a gentileza do convite e ressaltou que o professor é a peça chave para a percepção do aluno com altas habilidades ou superdotação. Como por exemplo, aquele aluno curioso, que aprende sem a ajuda do docente.

40398855041_73fd74fe13_z“A identificação desses alunos com altas habilidades e superdotação são de diversas formas, como na leitura, números matemáticos e outros. Todo professor em sala de aula tem condições de atender este tipo de aluno. Temos que mudar esta realidade, assim acolhendo da melhor forma possível esses alunos. No Brasil, em 2014, existiam 13.308 milhões de alunos em atendimento, enquanto a expectativa era de 49,7 milhões de pessoas. Também no ano de 2014, apenas 4.998 escolas atendiam alunos com altas habilidades ou superdotação, sendo que o Brasil conta com 5.570 municípios”, disse Cristina.

O professor da rede municipal de Ensino e presidente da Associação de Pais e Professores de Alunos com Altas Habilidades ou Superdotação (ASPAHS), Alex Fabiani de Menezes destacou que a palestrante é uma pessoa importante no cenário nacional dos estudos das altas habilidades ou superdotação. “A partir desta palestra temos a esperança de um melhor atendimento para os alunos da rede. E ainda ajudar os professores a ter essa percepção”.

25526886227_250732c6c8_zSegundo a Organização Mundial de Saúde, 3% a 5% da população brasileira  é portadora de altas habilidades, e segundo as Diretrizes Nacionais para a Educação Especial na Educação Básica (Ministério da Educação, 2001), o conceito de altas habilidades/superdotação é adotado por alguns programas brasileiros para destacar crianças consideradas  superdotadas e talentosas. São destacadas as que apresentam notável desempenho e elevada potencialidade em aspectos isolados ou combinados: “capacidade intelectual geral, aptidão acadêmica específica, pensamento criador ou produtivo, capacidade de liderança, talento especial para as artes e capacidade psicomotora.” (SEESP – Secretaria de Educação Especial, 2006).

Portal Oficial da Prefeitura Municipal de Itaboraí
Praça Marechal Floriano Peixoto, 97 - Centro, Itaboraí - RJ, 24800-165
©2018 - Desenvolvido por Secretaria Municipal de Ciência, Tecnologia, Inovação e Desenvolvimento Sustentável