PMI
PMI
Em 1 de março de 2018 por Comunicação / Prefeitura Municipal de Itaboraí
Itaboraiense disputará Campeonato Mundial Juvenil de Taekwondo na Tunísia
FacebookTwitterGoogle+LinkedInEmailShare

IMG-20180227-WA0033A atleta do projeto Iris, com sede no distrito de Porto das Caixas e parceria com a Prefeitura de Itaboraí, Rosa da Silva, 15 anos disputará o Campeonato Mundial Júnior de Taekwondo, na Tunísia, no mês de abril. E assim tentar uma vaga para os Jogos Olímpicos da Juventude, que acontecerá em outubro, na Argentina.

Sua classificação deu-se por meio da seletiva ocorrida no último sábado (24/02), no Centro de Educação Física Almirante Adalberto Nunes (CEFAN), na Avenida Brasil, Rio de Janeiro. A atleta inscrita na categoria menos de 46 kg competiu em três lutas e ficou com o 1º lugar, garantindo assim sua vaga na Seleção Brasileira de Taekwondo.

Outro aluno do projeto Iris, Gabriel Romero, 15 anos também participou da seletiva e ficou em 2º lugar, na categoria menos de 51 kg. Com isso será reserva na Seleção Brasileira de Taekwondo.

Para o coordenador e professor do projeto, e técnico da Seleção Brasileira de Taekwondo, Diego Ribeiro é gratificante ver o resultado de um trabalho desenvolvido com os atletas. “Os dois começaram no projeto na faixa branca e hoje já estão na faixa preta, participando de competições importantes. Com a Rosa, por exemplo, foi um trabalho de mais de um ano, focado para esta seletiva, e o resultado foi positivo”, disse Diego.

Atualmente o projeto Iris atende aproximadamente 140 pessoas, entre cinco e 17 anos de idade, com aulas gratuitas de Taekwondo e conta com três professores. IMG-20180227-WA0035As aulas acontecem na Academia Diego Taekwondo Team, de segunda a sexta-feira, com uma hora de duração cada. O projeto tem como objetivo motivar crianças e adolescentes utilizando o Taekwondo como instrumento de inclusão social e como oportunidade para formar atletas de alto rendimento. Assim, aliando a aprendizagem de aspectos educativos globais dos alunos como: disciplina, solidariedade, formação de valores, estímulo ao trabalho solo, em equipe e a ética.

A troca de faixa acontece a cada seis meses, dependendo do desenvolvimento do aluno perante o esporte e ainda no âmbito escolar e familiar. Segundo o coordenador do projeto, Diego Ribeiro, no período que antecede a troca de faixa, o aluno atleta recebe duas fichas de avaliação pessoal, sendo uma entregue ao responsável e outra para o professor da escola em que estuda. Em uma escala de um a 10, o aluno deverá ter no mínimo seis em todos os itens. No caso do questionário escolar, dentre os itens avaliados estão comportamento, participação nas atividades em sala de aula, disciplina, concentração, notas e outros. Já na avaliação familiar é necessário ter um bom desempenho em relação à higiene pessoal, ajuda nas simples tarefas de casa, alimentação, obediência, dentre outros.

Portal Oficial da Prefeitura Municipal de Itaboraí
Praça Marechal Floriano Peixoto, 97 - Centro, Itaboraí - RJ, 24800-165
©2018 - Desenvolvido por Secretaria Municipal de Ciência, Tecnologia, Inovação e Desenvolvimento Sustentável