PMI
PMI
Em 5 de julho de 2018 por Comunicação / Prefeitura Municipal de Itaboraí
Programa Educacional de Resistência às Drogas forma 709 alunos em Itaboraí
FacebookTwitterGoogle+LinkedInEmailShare

41407732470_6874c38a7d_zDizer não às drogas. Este é o principal lema do Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd), uma parceria entre a Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PMERJ) e a Prefeitura de Itaboraí, por meio da Secretaria Municipal de Educação. Na manhã desta quinta-feira (05/07), 709 alunos do 5º ano do Ensino Fundamental da rede municipal, distribuídos em 13 escolas, participaram da cerimônia de formatura do Proerd, na Igreja Internacional da Graça de Deus, no Centro da cidade.

As aulas do Proerd são ministradas por policiais militares capacitados especialmente para lidar com o tema. Com um total de 16 encontros, com uma hora de duração cada, as aulas foram ministradas por quatro policiais instrutores, todos lotados no 35º Batalhão de Polícia Militar, em Itaboraí. São eles, o coordenador regional do Proerd, o subtenente Cabral; sargento Charles, a cabo Patrícia Higino e o soldado Washington. A soldado Érica Vieira auxiliou no evento, mas não participou das aulas, por estar gestante.

41407734230_3e4aa77cc4_zO secretário municipal de Educação, Marcos Dias ressaltou que os encontros dos instrutores com os alunos foram momentos de troca de experiências e aprendizado, que não serão esquecidos por ambas as partes. “Esta é a terceira edição do Proerd que participo como secretário de Educação e a cada formatura é uma emoção diferente. Quero agradecer a presença das famílias, dos professores e equipe diretiva, pois o sucesso deste programa depende da parceria e integração de todos”, disse Marcos Dias.

O comandante do 35º Batalhão de Polícia Militar, de Itaboraí, tenente coronel Rogério Jackes, que assumiu o comando há duas semanas, destacou sua satisfação de participar de um grande evento como este. “Esse programa é de suma importância para a sociedade, visto que esses alunos aprendem desde pequenos a terem ideias boas e dignas. E principalmente a dizer não a violência e às drogas”, disse Jackes.

Representando a coordenação estadual do Proerd, o Major Lima elogiou o evento, os policiais instrutores, os professores e a Banda da Guarda Municipal, que abrilhantou a solenidade com diversas canções. “O Proerd é um programa grandioso, presente em todo o país, por meio da Polícia Militar. Só neste semestre no Estado do Rio de Janeiro são quase 50 mil crianças realizando a formatura, e mais de 1,5 milhões crianças atendidas. Precisamos prevenir agora para não punir mais tarde. Que esses alunos possam não apenas guardar o certificado e pendurar em um quadro na parede, e sim, levar para o coração tudo o que foi aprendido: dizer não às drogas, o bullying e a violência”, disse o major.

29346286168_b3526e7869_zDurante as aulas, alguns alunos se destacaram, pelo comportamento, participação e empenho, sendo exemplos para outros estudantes. Assim, na solenidade foram selecionados 40 alunos, que receberam medalhas e kit, contendo bloco de notas, lápis, caneta, lápis de cor, canetinha, régua, apontador e outros. Além dos certificados, que foram entregues a todos os alunos formandos.

Um dos momentos mais aguardados pelos participantes foi à entrega das bicicletas para os quatro vencedores das melhores redações sobre o que foi aplicado em sala de aula pelo programa. Cada policial instrutor pôde escolher um aluno, dentre suas turmas.

Um dos vencedores da melhor redação foi o estudante da Escola Municipal Guilherme de Miranda Saraiva, em Ampliação, João Gabriel Souza, 10 anos. O aluno do subtenente Cabral, emocionou a todos com o seu texto, que falava de sua experiência com os problemas ocasionados pelo consumo das drogas.

42313719865_174390a72e_z“Eu sempre vou dizer não às drogas, porque vi de perto o mal que ela pode causar. Muitas vezes eu via meu pai chegar em casa alcoolizado, e por conta disso abandonou eu e minha mãe, que por sinal é uma mulher guerreira. Desde pequeno minha mãe me orienta sobre violência, drogas e outros, e agora com o Proerd tive a certeza que ela está certa”, disse João Gabriel.

A mãe do João Gabriel, Ângela Nazaret Souza, 47 anos e moradora de Nova Cidade era só orgulho do filho. “Ele é um menino de ouro, companheiro e muito estudioso. Tudo o que ele disse na redação é verdade. Infelizmente o pai dele nos abandonou quando ele ainda iria completar três anos de idade e até hoje pouco se importa com ele. Mas graças a Deus somos unidos e felizes, apenas eu e ele”, disse Ângela.

Quem também ficou emocionada com a quebra de protocolo do evento foi a cabo Patrícia Higino. A aluna da Escola Municipal Maria Ana Moreira, no Rio Várzea, Kamyla da Costa, 10 anos, homenageou a instrutora policial e a deu uma blusa com o símbolo da Mulher Maravilha, fazendo alusão que descobriu a identidade secreta da policial.

42313719045_03cbe9810d_zCom palavras de motivação, o soldado Washington discursou sobre sua infância e adolescência, onde ouvia que se tornaria “gente ruim”. Mas que é necessário acreditar em Deus e ter fé para ser o que quiser. Após, o sargento Charles cantou a música “Conquistando o Impossível”, de Jamily, acompanhado pelo subtenente Cabral no baixo, pela Banda da Guarda Municipal e pelo grande coral dos presentes.

De pé e com a mão direita no coração, os estudantes fizeram o juramento de dizer não às drogas, e finalizaram com a canção do Proerd, em clima de alegria e descontração. E ainda contou com a participação do mascote do programa, o Leão, que tirou fotos com a criançada. Todos receberam lanche e transporte. O evento contou ainda com a presença dos vereadores Joana Lage e Paulo Alves, do ex-vereador Marcos Araújo, policiais militares e demais autoridades.

41407732130_e5fabee6ee_zProerd

É uma versão brasileira do bem-sucedido programa norte-americano Dare (Drug Abuse Resistence Education), surgindo em 1983. No Brasil, foi implantado de forma pioneira e visionária em 1992 pela Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro.

O Programa consiste em uma ação conjunta entre as Policias Militares, Escolas e Famílias, no sentido de prevenir o abuso de drogas e a violência entre estudantes, bem como ajudá-los a reconhecer as pressões e as influências diárias que contribuem ao uso de drogas e à prática de violência, desenvolvendo habilidades para resisti-las.

Por Thaís Azevedo

Portal Oficial da Prefeitura Municipal de Itaboraí
Praça Marechal Floriano Peixoto, 97 - Centro, Itaboraí - RJ, 24800-165
©2018 - Desenvolvido por Secretaria Municipal de Ciência, Tecnologia, Inovação e Desenvolvimento Sustentável