portal de itaboraí servidor ouvidoria suporte ao servidor 2° via iptu 2017
Símbolos - Bandeira, Brasão e Hino
Criado pela lei nº 182 de maio de 1966, o Brasão de Armas de Itaboraí é o símbolo do Município, cujas cores são; escudo português em azul com uma pedra de sua cor sustentando uma águia estendida de prata, ladeada por uma flexa a direita e uma espada posta em pala, tudo em ouro; assente num contrachefe cosido de vermelho, carregado de um pergaminho encimado por uma pena posta em barra, também de ouro; bordado de prata carregada de seis estrelas azuis. Coroa mural de cinco torres de prata como apoio, duas hastes de cana, desfolhadas, passando em aspas e colocadas sob escudo, e dois galhos de laranjeiras frutados, dois potes de cerâmica, tudo natural, listel de azul com a inscrição "1696 ITABORAÍ 1833" de ouro, e é de uso obrigatório em todos os papéis oficiais da municipalidade.

Como justificativa do Brasão, tem-se que “o escudo de forma que melhor indica a origem de nosso povo e por isso mesmo em inúmeros brasões de cidade e estados brasileiros, presta-se para recomendar os primórdios de nossa civilização: a cor azul, que é a cor emblemática do zelo, caridade e lealdade, traduz virtudes que Itaboraí sempre testemunhou no império e na república, derivando-se o topônimo de Itaboraí, da língua tupi, que significa “Ita=pedra, boraí=bonita” ou Pedra Bonita Escondida na Água. Baseados nos pronunciamentos de historiadores e indianistas sobre a concepção do topônimo foi acrescentada ao brasão a pedra”, pois “Terra de Pedra Bonita” era a qualificativo dado pelos indígenas à região. A água, representa a realeza, veio traduzir a condição de Itaboraí como membro de destaque e de suporte da comunidade fluminense; a flecha recorda os primitivos donos e habitantes de nossa terra; a espada, simboliza São João Batista, pois Itaboraí também foi chamada de São João de Itaboraí; o contrachefe de vermelho, significa de modo genérico, que todos os brasileiros devem seu sangue à Pátria e particularmente, os primeiros itaboraiense que se sacrificaram em defesa de terra e engrandecimento da região. A bordadura de prata com oito estrelas identificam a municipalidade, identificando os oito distritos. A haste em cana e os galhos mostram riquezas agrícolas e os potes de cerâmica, a principal atividade industrial, ou seja, a dos artefatos de cerâmica.

A Bandeira

A Bandeira Municipal foi criada pela mesma lei. Sua forma é quadrangular, com 20 módulos no comprimento horizontal e 14 no comprimento vertical. É um retângulo terciado em pal, sendo o primeiro em azul, o segundo em prata carregada do Brasão de Armas e o terceiro, alaranjado.

O uso da Bandeira Municipal é obrigatório em todas as solenidades civis do município, como também, diariamente, no paço Municipal.

A lei nº 182 que oficializou o brasão e a Bandeira Municipal foi criada exatamente a 18 de maio de 1966, pelo então e saudoso Prefeito, João Batista Cáffaro.

Jornal a Folha de Itaboraí, 01 de junho de 1995 – Pesquisa e adaptação: equipe sala de Memória – Fundação Cultural de Itaboraí.

Hino de Itaboraí - Hino de Itaboraí

Letra por Belizário,Paulinho Rezende e Haroldo Campos

Pedra Bonita, foi assim que te chamaram
Certa vez em Guarani
Terra bendita, é assim que hoje te
chamo minha Itaboraí

Tens uma porta aberta para o mar
És a janela do nosso país
Quem vem de longe aprende a te amar
Quem nasce aqui é a tua raíz

Com a argila do teu solo
O calor do teu colo
E o suor do teu povo

Vamos seguir com firmeza
E ajudar com certeza
A construir um mundo novo

És um eterno poema
Que tem como tema a felicidade
Escrito pelo criador, que te transformou nesta bela cidade (Bis)

Teus laranjais, teus imortais
A tua história é um hino de amor
És a própria paz, porque sempre estás nas mãos de nosso senhor (Bis)

Itaboraí, Itaboraí!
acesso restrito