PMI
PMI
Em 8 de agosto de 2019 por Comunicação / Prefeitura Municipal de Itaboraí

Carreta de prevenção à Hanseníase (Roda- Hans) faz exames gratuitos em Itaboraí

RODA_HANS_ITA_POSTItaboraí receberá nos dias 19 e 20 de agosto (segunda e terça-feira), na Praça Marechal Floriano Peixoto, Centro, das 9h às 16h, a carreta Roda-Hans, do Ministério da Saúde. A ação visa o atendimento gratuito e qualificado da população para avaliação dermatológica (manchas na pele), favorecendo assim, o diagnóstico precoce dos casos e início do tratamento da doença, a Hanseníase.

A ação contará com uma unidade itinerante, com cinco consultórios, onde serão prestados atendimentos aos pacientes que apresentam lesões na pele. Dentre os profissionais presentes, estarão médicos, enfermeiros, dentistas e fisioterapeuta. Além de um laboratório para realização de exame de baciloscopia, que confirma o diagnóstico de Hanseníase.

Essa é a primeira vez que Itaboraí recebe o projeto Roda-Hans, que foi iniciado em 2009 visando capacitação em serviço da rede de Atenção Básica na Hanseníase. E com foco no diagnóstico precoce, tratamento e prevenção de incapacidades e promoção em Saúde, sob o monitoramento dos estados. Dos sete municípios, que fazem parte da Metropolitana 2, apenas três foram contemplados, sendo eles, Itaboraí, São Gonçalo e Rio Bonito.

A Secretaria Municipal de Saúde selecionou 12 profissionais, entre médicos, enfermeiros, dentistas e fisioterapeuta, que atuam nas Unidades de Saúde da Família e no Programa Municipal de Saúde do Idoso para participar de uma capacitação técnica em Hanseníase, no dia 31 de julho, das 9h às 16h, no auditório da Universidade Salgado de Oliveira (Universo), em São Gonçalo. A capacitação será ministrada pela médica dermatologista, Maria Eugênia Noviski Gallo, da gerência de Hanseníase da Secretaria Estadual de Saúde do Rio de Janeiro.

Segundo a coordenadora do Programa Municipal de Controle da Hanseníase, Vanesca Temoteo Rodrigues, atualmente Itaboraí possui 29 pacientes em tratamento de Hanseníase, mas é possível que haja outros doentes não diagnosticado no município.

 “Por isso, a Secretaria Municipal de Saúde pede que a população fique atenta às informações sobre os sintomas e o diagnóstico. Quanto antes o tratamento é iniciado, menores são as chances de transmissão e de sequelas”, alerta Vanesca.

A carreta ficará localizada na Praça Marechal Floriano Peixoto, Centro, em frente à Igreja Matriz São João Batista.

 Hanseníase

Uma doença infectocontagiosa causada pela bactéria Mycobacterium leprae, ou bacilo de Hansen, em homenagem a seu descobridor. É provável que a transmissão se dê pelas secreções das vias aéreas superiores e por gotículas de saliva. Embora seja uma doença basicamente cutânea, pode afetar os nervos periféricos, os olhos e, eventualmente, alguns outros órgãos. O período de incubação pode durar de seis meses a seis anos.

O principal sintoma da hanseníase é o aparecimento de manchas que não coçam, não ardem e não doem. O bacilo de hansen pode se alojar em um nervo e causar atrofias e até deformidades em pés, mãos, olhos, nariz e em outras partes do corpo. Hanseníase tem cura!

 Local de tratamento em Itaboraí

O ambulatório municipal de Hanseníase funciona na Rua Desembargador Ferreira Pinto, nº 9, Centro, com horário de funcionamento, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. O atendimento para hanseníase é realizado para pacientes encaminhados por unidades de Saúde e de demanda livre. Quando o diagnóstico é confirmado, o tratamento é iniciado e dependendo poderá ser realizado na Unidade de Saúde mais próxima da residência do paciente.

LEIA MAIS EM PMI



Portal Oficial da Prefeitura Municipal de Itaboraí
Praça Marechal Floriano Peixoto, 97 - Centro, Itaboraí - RJ, 24800-165
Fale Conosco: comunicacao@itaborai.rj.gov.br
©2019 - Desenvolvido por Secretaria Municipal de Ciência, Tecnologia, Inovação e Desenvolvimento Sustentável