PMI
PMI
Em 13 de agosto de 2019 por Comunicação / Prefeitura Municipal de Itaboraí

Itaboraí discute medidas para erradicar a tuberculose

48520243196_7058cbd48f_zA cidade de Itaboraí promoveu na última segunda-feira (12/08), um encontro de coordenadores do Programa de Controle da Tuberculose dos municípios da Diretoria Regional Metropolitana II, junto com a Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro.

O objetivo da ação foi discutir os dados da doença e monitorar os indicadores dos municípios de Itaboraí, Maricá, Silva Jardim, Tanguá, Rio Bonito e Seropédica. Além de identificar quais locais estão registrando as maiores cargas dos casos, monitorando de perto cada município.

48520413922_1427a36b0d_z“Essa troca de experiências é muito importante para conseguirmos erradicar a doença. Juntos podemos lutar por mais recursos para lutarmos contra estes índices tão altos que registramos”, disse a coordenadora do Programa de Controle da Tuberculose, da Secretaria Municipal de Saúde, Maria José Fernandes.

Na oportunidade foram apresentados números da tuberculose no Brasil. De acordo com a assistente social, representante da Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro, Maíra Guazzi, dados mais recentes apontam que 73 mil pessoas contraíram a doença no ano de 2017, 48520243556_7f87ec365d_zocupando o primeiro lugar na causa da morte entre portadores do vírus HIV. O estado do Rio de Janeiro registra o segundo lugar em incidência de casos, correspondendo a 10% dos casos de tuberculose do país.

“Estou aqui para conversarmos sobre os dados, experiências e dificuldades que cada um de vocês pode estar enfrentando nos municípios. Queremos melhorar os indicadores de cada um, estou aqui para ajudar para minimizar os abandonos e registrar maiores índices de cura da doença”, comentou Maíra Guazzi.

Por Marcely Figueiredo

LEIA MAIS EM PMI




  • Portal Oficial da Prefeitura Municipal de Itaboraí
    Praça Marechal Floriano Peixoto, 97 - Centro, Itaboraí - RJ, 24800-165
    Fale Conosco: comunicacao@itaborai.rj.gov.br
    ©2019 - Desenvolvido por Secretaria Municipal de Ciência, Tecnologia, Inovação e Desenvolvimento Sustentável